NowComment
Comments:
Full Summaries Sorted

IS PI 141-007 Rascunho MMA

Author: ANAC

Este documento é um rascunho avançado ainda em edição, para recepção de comentários dos grupos de trabalho e na Reunião Participativa, e seu uso ainda não foi aprovado pela ANAC, e reflete o estado do texto em 07/02/2020. No entanto, alguns dos princípios apresentados aqui, especialmente no que se refere ao presentemente disposto nos RBAC 61, 141 ou outros RBAC, são válidos e úteis para aqueles que estão desenvolvendo programas de instrução sem orientações correntes. Não estão sendo revisados ou debatidos nesta ocasião o RBAC 61 ou o RBAC 141, somente a substituição dos manuais de curso e o estabelecimento dos requisitos de um programa de instrução aprovado pela ANAC. Assim, todos os itens dispostos em regulamento devem ser cumpridos em sua integralidade.

Este rascunho refere-se somente a cursos de mecânico.

Utilizando a plataforma NowComment:

Os parágrafos e colunas são numerados. Basta clicar no texto que deseja comentar e utilizar o painel da direita para expressar sua opinião, como neste exemplo. Você pode ver o que as outras pessoas comentaram quando existem um balão de conversa – o número dentro dele indica a quantidade de comentários. Itens marcados no texto com uma interrogação (?), ou cuja primeira coluna esteja colorida, são aqueles que a equipe da ANAC mais gostaria de debater. Itens escritos na forma de perguntas frequentes tem o fundo acinzentado, e são uma boa forma de compreender as intenções da equipe.

15

MECÂNICO DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA

Voltar ao início Tópico anterior

ESTRUTURA DOS CURSOS , QUALIFICAÇÃO DOS INSTRUTORES E COORDENADORES

14.1 Os cursos são subdivididos em 02 (dois) módulos: básico e especializados. Para a realização dos módulos especializados é obrigatória a conclusão com aproveitamento do módulo básico do curso e a Entidade fornecerá documento que comprove sua conclusão com êxito para que seja utilizado em caso de migração do aluno.

14.2 A seguir, é feita uma síntese da estrutura dos cursos de mecânico de manutenção aeronáutica:

a) Módulo Básico - Abrange as disciplinas básicas comuns aos cursos correspondentes às três habilitações. As disciplinas são subdivididas em três áreas curriculares - básica, técnica e complementar, sendo que as disciplinas da área curricular básica devem ser ministradas antes das disciplinas da área curricular técnica.

b) Módulos Especializados – Abrangem as disciplinas da área curricular técnica específica à cada habilitação.

14.3 Os currículos plenos, a serem desenvolvidos pelas escolas, deverão obrigatoriamente ter como base os currículos mínimos estabelecidos nos Apêndices A, B, C e D desta IS.

14.4 O curso de mecânico de manutenção aeronáutica deve ser composto de um módulo básico e um módulo de especialização ou habilitação (cancelar 14.5-14.6 e 14.7). As habilitações serão referidas como GRUPO MOTOPROPULSOR (GMP), CÉLULA (CEL) e AVIÔNICOS (AVI)

14.5 A aprovação do aluno pode implicar aproveitamento de estudos, desde que respeitado o procedimento previsto no item 11.4 desta IS.

14.6 A escola (CIAC) deverá apresentar o programa de instrução de cada curso elaborado de acordo com as diretrizes estabelecidas no Apêndice E desta IS.

14.7 Para as disciplinas cujos objetivos estejam relacionados a execução de serviços de instalação/remoção, manutenção, testes, inspeções em produtos aeronáuticos, a entidade deverá apresentar detalhadamente no programa de instrução as experiências de aprendizagem às quais os alunos serão submetidos, bem como explicitar os materiais a serem utilizados nessas atividades. Essas atividades deverão ser realizadas nas oficinas e laboratórios conforme item 12.2 desta IS, sendo obrigatória a contratação pela escola de seguro de vida e acidentes pessoais para os alunos, antes do início das instruções nessas instalações. (REMOVER A PARTE DO SEGURO ??)

14.8 A qualificação dos instrutores/tutores e coordenadores encontra-se definida no Apêndice I.

NÍVEIS DE APRENDIZAGEM

15.1 Em cada plano de unidades didáticas desta IS são apresentados os objetivos de cada disciplina e suas respectivas ementas.

15.2 Para as diversas disciplinas que compreendem os currículos dos cursos, se estabelecem os seguintes níveis de aprendizagem, determinando o grau de conhecimento, perícia e atitudes que são requeridos dos alunos ao completarem cada disciplina.

a) Nível 1: Entendimento teórico básico de uma matéria que não requer o desenvolvimento de habilidade específica.

b) Nível 2: Entendimento das matérias e desenvolvimento de habilidades do aluno, que são colocados em prática com a ajuda de instruções e materiais de referência existentes na sede do CIAC ou ORGANIZAÇÃO CONVENIADA

c) Nível 3: Profundo conhecimento da matéria e da capacidade de aplicá-la com rapidez, precisão e com o juízo apropriado segundo as circunstâncias típicas de trabalho profissional.

A1 GRADE CURRICULAR MÍNIMA- MÓDULO BÁSICO

ÁREA CURRICULAR

DISCIPLINAS

CARGA HORÁRIA

BÁSICA

COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA

30

MATEMÁTICA

30

CIÊNCIAS NATURAIS

20

DESENHO TÉCNICO

20

INGLÊS BÁSICO E TÉCNICO

40

TÉCNICA

CONHECIMENTOS BÁSICOS SOBRE AERONAVES DE ASA FIXA E ROTATIVA

50

TECNOLOGIA DOS MATERIAIS AERONÁUTICOS

30

CONTROLE DE CORROSÃO EM MATERIAIS AERONÁUTICOS

30

TUBULAÇÕES E CONEXÕES

20

COMBUSTÍVEIS E SISTEMAS DE COMBUSTÍVEL

20

ELETRICIDADE E ELETRÕNICA BÁSICAS

84

GERADORES E MOTORES ELÉTRICOS DE AVIAÇÃO

30

PESO E BALANCEAMENTO

10

METROLOGIA E FERRAMENTAS

30

PRINCÍPIOS DA INSPEÇÃO E DOCUMENTAÇÃO DA MANUTENÇÃO

20

MANUSEIO DE SOLO, SEGURANÇA E EQUIPAMENTOS DE APOIO

20

COMPLEMENTAR

REGULAMENTAÇÃO DA AVIAÇÃO CIVIL

16

REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE MECÂNICO

08

SEGURANÇA OPERACIONAL

20

FATORES HUMANOS NA MANUTENÇÃO AERONÁUTICA

20

PRIMEIROS SOCORROS

12

TOTAL

560

A2 PLANO DE UNIDADES DIDÁTICAS- MÓDULO BÁSICO

COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA

30 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Conhecer os conceitos da comunicação oral e escrita e identificar os diferentes tipos de comunicação.

(1)

Organizar dados e informações necessárias ao processo de comunicação e aplicar técnicas de redação apropriadas em matéria de estrutura, linguagem e apresentação de documentos.

(2)

Redigir documentos técnicos para demonstrar domínio na comunicação escrita, quanto à coesão e coerência textual, à correção e à clareza da linguagem, do ponto de vista da norma gramatical.

(3)

EMENTA

Linguagem como expressão histórica e cultural; língua escrita e língua falada; as especificidades da situação comunicativa; leitura como construção de sentidos; escrita como prática social; gêneros textuais técnicos (resumos, relatórios, pareceres técnicos, dentre outros).

MATEMÁTICA

30 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Efetuar as operações fundamentais nos conjuntos de números inteiros.

(3)

Resolver problemas pelo uso de percentagem, razão e proporção.

(3)

Executar operações algébricas.

(3)

Interpretar dados representados em gráficos e tabelas.

(3)

Calcular área e volume de figuras geométricas.

(3)

Efetuar medições utilizando o sistema métrico e o sistema inglês.

(3)

EMENTA

Números inteiros; frações; razão e proporção; percentagem; álgebra; potências, raízes e logaritmos; notação científica; áreas de figuras planas e área de uma asa; volume dos sólidos; sistemas de medidas; trigonometria básica; gráficos e tabelas; sistema binário de numeração.

CIÊNCIAS NATURAIS

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Entender e aplicar os princípios das máquinas simples (alavanca, plano inclinado etc.) .

(2)

Reconhecer os princípios da Física aplicáveis às aeronaves e seus sistemas.

(2)

Identificar as leis da Física aplicáveis à aviação.

(2)

Entender os conceitos básicos da matéria e átomo.

(1)

Reconhecer os materiais e substâncias presentes nas diversas atividades realizadas na manutenção de aeronaves.

(2)

EMENTA

Física - Matéria; fluidos - líquidos e gases; temperatura; pressão; atmosfera; calor; máquinas; esforços em materiais; trabalho, atrito, potência, torque e energia; movimento dos corpos; som.

Química - Características da matéria; elementos químicos; estrutura dos átomos; moléculas; cristais; coloides; soluções; solventes; dureza e ductilidade.

DESENHO TÉCNICO

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Interpretar os diferentes tipos de desenhos, diagramas e esquemas utilizados na manutenção.

(2)

Executar os diferentes tipos de desenhos técnicos aplicáveis à manutenção.

(3)

Elaborar diagramas e desenhos técnicos específicos da manutenção segundo as normas da ABNT.

(3)

EMENTA

Plantas; métodos de ilustração; linhas; símbolos; leitura e interpretação de desenhos; diagramas; esboços de desenhos; microfilme, microficha e imagens digitais; normas da ABNT.

INGLÊS BÁSICO E TÉCNICO

40 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Conhecer a gramática e o vocabulário básico da língua inglesa.

(1)

Conhecer o vocabulário específico de aeronaves, peças, acessórios e sistemas de aeronaves.

(1)

Interpretar publicações técnicas.

(3)

Interpretar inequivocamente avisos e recomendações em publicações técnicas.

(3)

EMENTA

Gramática básica; vocabulário básico; cognatos e falsos cognatos; formação de palavras; vocabulário relacionado à aviação; vocabulário relacionado a aeronaves e seus sistemas; vocabulário relacionado a manutenção aeronáutica; leitura e interpretação de textos técnicos.

CONHECIMENTOS BÁSICOS SOBRE AERONAVES DE ASA FIXA E ROTATIVA

50 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar as forças atuantes sobre uma aeronave em voo, no solo e os efeitos causadas pelas condições climáticas.

(2)

Conhecer a estrutura básica de uma aeronave.

(2)

Descrever a atuação das superfícies de comando no direcionamento das aeronaves.

(2)

Compreender os fenômenos relacionados ao voo de aeronaves de asa fixa e asa rotativa.

(2)

Entender os fenômenos associados ao voo de alta velocidade.

(1)

EMENTA

forças atuantes durante abastecimento, carregamento, reboque e consequência das intempéries no desempenho dos vários sistemas .Teoria de voo; as quatros forças do voo; Princípio de Bernoulli e o fluxo subsônico; sustentação e a terceira lei de Newton; aerofólios; fluxo de ar na camada limite; controle da camada limite; vórtices de ponta de asa; eixos de uma aeronave; estabilidade de aeronaves; controles de voo de aeronaves de asa fixa; controle de voo e o eixo lateral; controle de voo e o eixo longitudinal; controle de voo e o eixo vertical; compensadores; dispositivos de hipersustentação; dispositivos auxiliares de sustentação; controle de voo para grandes aeronaves; aerodinâmica de helicóptero; estruturas e aerofólios de helicóptero; eixos e controles de voo; fenômenos relacionados ao voo do helicóptero; forças atuantes em helicópteros; tipos de voos de helicóptero e seus efeitos; controles de voo de aeronaves de asas rotativas; sistemas de estabilização de helicópteros; vibrações em helicópteros; rastreamento da trajetória das pás; armazenamento das pás; motores de helicópteros; sistemas de transmissão de helicópteros; aerodinâmica de alta velocidade; efeito da compressibilidade; velocidade do som; voo subsônico, transônico e supersônico; ondas de choque; aerofólios para voo em alta velocidade.

TECNOLOGIA DOS MATERIAIS AERONÁUTICOS

30 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Distinguir as características e a forma de utilização dos materiais empregados na manutenção de aeronaves.

(3)

Compreender os métodos de segurança e frenagem utilizados na manutenção de aeronaves.

(3)

Identificar os processos de tratamento térmico e os diferentes tipos de testes de dureza dos metais.

(1)

Executar adequadamente frenagens com arames de freno.

(3)

EMENTA

Materiais metálicos, propriedades dos metais; prendedores; parafusos de aviação, porcas de aeronaves; arruelas de aviação; instalação de parafusos e porcas; outros tipos de parafusos, torque; reparos em roscas internas; reparos com luvas; prendedores de abertura rápida, rebites, cabos de comando; conexões rígidas de controle; pinos, métodos de segurança e frenagem; teste eletroquímico; materiais não metálicos; materiais compostos; amortecedores de elástico; vedadores; anéis limpadores, selantes; processos usados na confecção de peças metálicas, tratamento térmico; carbonização; fundição; processo de extrusão; estrutura dos metais; metais e novos materiais usados na indústria aeronáutica; reposição de metais de utilização aeronáutica; testes de dureza dos metais.

CONTROLE DE CORROSÃO EM MATERIAIS AERONÁUTICOS

30 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os diversos tipos de corrosão em produtos aeronáuticos.

(1)

Descrever os processos de controle da corrosão.

(2)

Inspecionar, identificar e tratar corrosão em materiais aeronáuticos.

(3)

Identificar e selecionar os produtos de limpeza adequados.

(3)

Compreender a importância do processo de limpeza e pintura em materiais aeronáuticos.

(3)

EMENTA

Controle de corrosão; tipos e formas de corrosão; fatores que influenciam o processo corrosivo; manutenção preventiva; remoção da corrosão; corrosão do contato entre metais diferentes; corrosão em alumínio, magnésio e titânio e suas respectivas ligas, limites; materiais e processos usados no controle da corrosão; tratamentos químicos; acabamento com tintas protetoras; limpeza de aeronaves e motores; produtos de limpeza.

TUBULAÇÕES E CONEXÕES

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar e instalar os diferentes tipos de tubos, mangueiras e conexões utilizados nos sistemas das aeronaves.

(3)

Analisar e executar reparos em tubos, mangueiras e conexões.

(3)

Realizar curvaturas, flanges e frisos em tubos rígidos e fixar conexões em tubos flexíveis.

(3)

EMENTA

Tubulações e conexões; formação das tubulações; reparos em tubos metálicos; tubos flexíveis; tubos rígidos; identificação de linhas de fluídos; suportes de fixação.

COMBUSTÍVEIS E SISTEMAS DE COMBUSTÍVEL

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Compreender os procedimentos de pesquisa e análise de falhas de componentes dos sistemas de combustíveis, reparos nos tanques de combustível, abastecimento e destanqueio.

(1)

Distinguir as características e os processos de detecção da contaminação dos diversos tipos de combustíveis de aviação.

(1)

Descrever o funcionamento dos diferentes tipos de unidades dos sistemas de combustível das aeronaves.

(1)

Compreender a importância das normas de segurança relacionadas à manutenção de componentes dos sistemas de combustíveis.

(3)

EMENTA

Tipos de combustível de aviação; sistemas anti-congelante e seus efeitos na gasolina de aviação; querosene de aviação; novos combustíveis na aviação; marcações de identificação; sistemas de combustível; requisitos básicos; componentes; configurações de sistemas de combustível; pesquisa e análise de falhas; reparos nos tanques de combustível; contaminação; abastecimento e destanqueamento; normas de segurança.

ELETRICIDADE E ELETRÕNICA BÁSICAS

84 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os fundamentos básicos da eletricidade e a aplicação de leis aos circuitos elétricos.

(3)

Calcular e medir capacitância e indutância.

(3)

Calcular e medir potência elétrica.

(3)

Medir corretamente voltagem, corrente, resistência e continuidade.

(3)

EMENTA

Matéria; sistemas de medidas utilizados em cálculos elétricos; componentes e símbolos; eletricidade estática; magnetismo; tipos de imãs; eletromagnetismo; fluxo elétrico; força eletromotriz; corrente; lei de Ohm; resistência de um condutor; potência; tipos de resistores; dispositivos de proteção e controle de circuitos; tipos de circuitos elétricos; circuito de corrente continua em série; circuito de corrente contínua em paralelo; circuito de corrente contínua em série-paralelo; corrente alternada e corrente contínua; capacitância; indutância; circuitos de corrente alternada; instrumentos de medição; análise e pesquisa de defeitos em circuito básico; baterias; inversores; transformadores.

GERADORES E MOTORES ELÉTRICOS DE AVIAÇÃO

30 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os princípios básicos de funcionamento dos motores elétricos de aeronaves.

(2)

Enunciar o princípio de funcionamento dos geradores de corrente contínua e dos geradores de corrente alternada.

(2)

Inspecionar, verificar e solucionar problemas em geradores de corrente contínua e geradores de corrente alternada.

(2)

EMENTA

Geradores; princípios de um gerador; geradores de corrente contínua; tipos de geradores de corrente contínua; manutenção do gerador CC; motores elétricos de CC; construção de motores elétricos de CC; tipos de motores de CC; Força Contra Eletromotriz; motores elétricos de CA; manutenção de motores de CA; alternadores; alternadores sem escova; interruptor ou relé diferencial; geradores em paralelo; unidade de controle de geração; operação do regulador de voltagem.

PESO E BALANCEAMENTO

10 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Entender os procedimentos necessários para a pesagem e balanceamento de aeronaves e seu respectivo registro.

(2)

Efetuar adequadamente os procedimentos para pesagens de aeronaves.

(2)

Reconhecer a pesagem da aeronave como procedimento de segurança de voo.

(2)

Verificar a distribuição do peso para a manutenção do equilíbrio de uma aeronave, respeitando as normas pertinentes e instalar ou remover de lastros, conforme o caso.

(2)

EMENTA

Pesagem; requisitos para pesagem e balanceamento de aeronaves; terminologia; teoria do peso e balanceamento; procedimentos para pesagem e balanceamento de aeronaves; carregando uma aeronave para voo; mudança de equipamentos e alteração de aeronaves; instalação de lastro; carta de carregamento e envelope do CG; equipamento eletrônico de pesagem; peso e balanceamento de helicópteros; peso e balanceamento de ultraleves; peso e balanceamento de aviões de grande porte; registro de dados de peso e balanceamento de aeronaves.

METROLOGIA E FERRAMENTAS

30 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar as ferramentas básicas das oficinas, bem como as ferramentas utilizadas para corte de metais e para abertura de roscas.

(3)

Descrever os processos adequados de utilização das ferramentas.

(3)

Distinguir os diferentes tipos de escalas dos medidores.

(3)

Realizar medições com ferramentas de precisão.

Utilizar corretamente as ferramentas manuais comuns, ferramentas de corte, ferramentas de medição e ferramentas de precisão.

(3)

Adotar procedimentos adequados em casos de acidentes ou incidentes com ferramentas.

(3)

Reconhecer a necessidade da observação das normas de segurança durante os trabalhos nas oficinas.

(3)

EMENTA

Normas e procedimentos, ferramentas de uso geral; ferramentas para cortar metal; ferramentas para abrir roscas; ferramentas especiais; ferramentas e processos de medição.

PRINCÍPIOS DA INSPEÇÃO E DOCUMENTAÇÃO DA MANUTENÇÃO

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os critérios que determinam as inspeções obrigatórias e as especiais.

(2)

Identificar e distinguir os documentos utilizados na manutenção de aeronaves.

(3)

Reconhecer o padrão de dados técnicos das especificações A.T.A. 100.

(2)

Identificar os processos de inspeção para a detecção de falhas nas peças de aeronaves.

(2)

EMENTA

Inspeções; tipos de inspeções em aeronaves e componentes; documentação da manutenção; publicações; inspeções não destrutivas; inspeção por partículas magnéticas; inspeção por líquidos penetrantes; radiografia; teste ultrassônico; inspeção em materiais compostos; inspeções em soldas.

MANUSEIO DE SOLO, SEGURANÇA E EQUIPAMENTOS DE APOIO

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Reconhecer os equipamentos de apoio ao solo adequados a cada tipo de operação.

(2)

Compreender os procedimentos necessários para abastecimento e ancoragem de aeronaves.

(2)

Reconhecer os procedimentos de testes nos equipamentos elétricos e eletrônicos de aeronaves.

(3)

Realizar sinalização padronizada durante as operações de táxi de aeronaves.

(2)

Identificar riscos e perigos latentes durante operações de solo.

(3)

Identificar os tipos de incêndios, os métodos e equipamentos de extinção e reconhecer os procedimentos a serem adotados no caso de incêndios.

(3)

Compreender as normas de segurança durante as operações de reboque de aeronaves, levantamento da aeronave nos macacos hidráulicos, operações de partida nos motores e execução de trabalhos de manutenção.

(3)

EMENTA

Manuseios de solo; equipamentos de apoio; procedimentos de abastecimento e destanqueio de combustível nas aeronaves; ancoragem de aeronaves; procedimento de abastecimento de óleo, oxigênio, nitrogênio e fluídos nas aeronaves; procedimentos para testes de equipamentos elétricos e eletrônicos de aeronaves; tipos de incêndios, equipamentos contra fogo e métodos de extinção; sinalização de aeronaves; procedimentos para levantamento e abaixamento da aeronave por macacos hidráulicos; movimentação de aeronaves; operações em condições de neve ou gelo; normas e segurança na execução de manutenção de aeronaves.

REGULAMENTAÇÃO DA AVIAÇÃO CIVIL

16 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Descrever a função e a abrangência do CBAER.

(1)

Identificar a licença e as habilitações do Mecânico de Manutenção Aeronáutica, bem como suas prerrogativas e limitações.

(3)

Identificar os órgãos do Sistema de Aviação Civil e suas atribuições.

(1)

Reconhecer a necessidade de atualização dos conhecimentos das normas vigentes.

(3)

EMENTA

Organização de Aviação Civil Internacional (OACI); a aviação civil no Brasil; Código Brasileiro de Aeronáutica (CBAER); Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC); legislação aeronáutica referente à manutenção aeronáutica (RBAC/RBHA 43, 65, 91, 121, 135, 145); empresas de transporte aéreo; documentação do mecânico de manutenção aeronáutica; normas vigentes.

REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE MECÂNICO

08 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Compreender a importância da higiene e segurança no trabalho.

(3)

Identificar os direitos e deveres relativos à profissão perante as Leis do Trabalho.

(3)

Reconhecer a parcela de responsabilidade do mecânico no que diz respeito a acidentes e incidentes aeronáuticos.

(3)

EMENTA

Direito do trabalho; o contrato de trabalho; o empregado; o empregador; higiene e segurança no trabalho; Previdência Social; Decreto nº 1.232 de 22 de junho de 1962; normas da ANAC relativas ao ruído aeronáutico; gestão do meio ambiente na aviação civil.

SEGURANÇA OPERACIONAL

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os princípios básicos da filosofia SIPAER.

(2)

Compreender os conceitos relacionados ao Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional (SGSO).

(2)

Identificar o papel do pessoal da manutenção na investigação de acidentes e incidentes aeronáuticos.

(3)

Compreender a importância do mecânico de manutenção aeronáutico dentro do Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional.

(3)

EMENTA

O Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER); normas do SIPAER; acidentes e incidentes aeronáuticos; a manutenção como prevenção de acidentes; medidas de segurança relativas a combustíveis e lubrificantes; o mecânico e a prevenção de acidentes aeronáuticos; segurança operacional- conceitos; introdução ao Sistema de Gerenciamento de Segurança Operacional (SGSO); o gerenciamento da segurança operacional.

FATORES HUMANOS NA MANUTENÇÃO AERONÁUTICA

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Compreender as definições de fatores humanos e a evolução dentro da manutenção.

(1)

Fornecer subsídios para identificação de condições latentes, ameaças e fatores de risco sistêmicos para a ocorrência de acidentes ou incidentes na manutenção de aeronaves.

(3)

Promover a cultura de segurança na manutenção aeronáutica.

(3)

EMENTA

Introdução aos fatores humanos - conceitos e definições; evolução dos fatores humanos na manutenção de aeronaves; erro humano e tolerância ao erro; modelos de gerenciamento do erro; uso nocivo de álcool e outras substâncias psicoativas-definições e legislação aplicável; principais fatores humanos relacionados a erros na manutenção de aeronaves; custos do erro de manutenção; acidentes organizacionais; estudos de

casos de incidentes e acidentes ocorridos devido a erros na manutenção de aeronaves; o treinamento de CRM e MRM; a cultura de segurança na manutenção aeronáutica.

PRIMEIROS SOCORROS

12 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Explicar os procedimentos de primeiros socorros a serem adotados no local de trabalho;

(2)

Compreender a importância dos conhecimentos sobre atendimento de emergência a feridos.

(3)

EMENTA

Primeiros socorros no local de trabalho; atendimento básico na oficina; atendimento nas pistas dos aeroportos.

B1 GRADE CURRICULAR MÍNIMA - MÓDULO ESPECIALIZADO CEL

DISCIPLINAS

CARGA HORÁRIA

INGLÊS TÉCNICO - CÉLULA

20

ESTRUTURAS DE AERONAVES E SISTEMAS DE CONTROLE DE VOO

50

ENTELAGEM

10

REVESTIMENTO, PINTURA E ACABAMENTO DE AERONAVES

30

REPAROS EM ESTRUTURAS METÁLICAS

100

SOLDAGEM EM AERONAVES

40

MATERIAIS COMPOSTOS AVANÇADOS

40

SISTEMAS ELÉTRICOS E ELETRÔNICOS DE AERONAVES

110

INSTRUMENTOS DE AERONAVES

70

SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO E DE NAVEGAÇÃO

20

SISTEMA HIDRÁULICO E DE TREM DE POUSO

60

SISTEMAS DE PROTEÇÃO CONTRA OS EFEITOS DO GELO E DA CHUVA E CONTRA FOGO

30

SISTEMAS PNEUMÁTICOS E DE CONTROLE DO AMBIENTE DE CABINE

60

TOTAL

640

B2 PLANO DE UNIDADES DIDÁTICAS DO MÓDULO ESPECIALIZADO GRUPO CÉLULA

INGLÊS TÉCNICO - CÉLULA

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Conhecer o vocabulário básico de ferramentas, componentes e equipamentos, sistemas e estruturas de aeronaves em Língua Inglesa relacionados a habilitação Célula.

(3)

Interpretar informações, textos técnicos e manuais em Língua Inglesa relacionados a habilitação Célula.

(3)

EMENTA

Vocabulário específico de estruturas de aeronaves e sistemas de aeronaves, bem como seus componentes; leitura e interpretação de textos técnicos e manuais relacionados a habilitação Célula.

ESTRUTURAS DE AERONAVES E SISTEMAS DE CONTROLE DE VÔO

50 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os esforços estruturais sofridos pelas aeronaves em voo.

(1)

Definir os tipos de construção das estruturas das aeronaves de asa fixa e asa rotativa.

(1)

Identificar a função e o mecanismo de acionamento das superfícies de comando.

(1)

Conhecer os equipamentos e os procedimentos de regulagens de aeronaves.

(2)

Identificar os processos de balanceamento das superfícies de comando de voo.

(2)

Efetuar procedimentos de verificação do alinhamento estrutural e da simetria de aeronaves.

(2)

Detectar defeitos e executar adequadamente os processos de fixação de terminais em cabos de comando.

(3)

EMENTA

Estruturas de aeronaves de asa fixa; estruturas de aeronaves de asa rotativa; estresses estruturais; superfícies de controle de voo; sistemas de comandos de voo; regulagens em sistemas de comandos de voo; defeitos em cabos de comando; fixação de terminais em cabos de comando.

ENTELAGEM

10 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar o tipo de material e os procedimentos de revestimento e de reparos de aeronaves com tecido.

(1)

Efetuar adequadamente os procedimentos de impermeabilização dos revestimentos de tecido das aeronaves.

(2)

Adotar os procedimentos de inspeção e reparo de tecido de aeronaves.

(2)

EMENTA

Tecidos para aeronaves; miscelânea de materiais têxteis; emendas; revestimento; aberturas no revestimento; reparos na cobertura de tecido; revestimento de superfícies com fibra de vidro; causas da deterioração de tecidos; teste de tecido de revestimento.

REVESTIMENTO, PINTURA E ACABAMENTO DE AERONAVES

30 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os processos de revestimento, pintura e acabamento de aeronaves.

(2)

Selecionar adequadamente os materiais utilizados para revestimento, pintura, acabamento e restauração de pintura de aeronaves.

(2)

Compreender os procedimentos e as medidas de segurança em todas as operações de pintura de aeronaves e armazenamento de materiais de acabamento.

(3)

EMENTA

Materiais utilizados em revestimentos; aplicação de revestimentos; reparos em revestimentos; materiais de acabamento; primers; identificação de tintas; métodos de aplicação de acabamentos; equipamentos para aplicação de acabamentos; preparação para pintura; operação de pistola de pulverização; sequência de pintura; problemas comuns na pintura; aplicação do acabamento e das marcas de identificação; uso de decalques; compatibilidade de sistemas de pinturas; retoque de pintura; segurança em oficina de pintura; armazenamento do material de acabamento; equipamentos de proteção.

SOLDAGEM DE AERONAVES

40 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Conhecer os diversos tipos de soldagem e equipamentos empregados, bem como conhecer os cuidados no seu manuseio e as técnicas de emprego em partes de aeronaves.

(2)

Identificar as características de uma solda perfeita e as de soldas defeituosas, tanto em metais ferrosos quanto em não ferrosos.

(2)

EMENTA

Tipos de soldagens; corte e soldagem a gás - técnicas, procedimentos e equipamentos; corte de metais com oxiacetileno; soldagem de metais ferrosos e não ferrosos com oxiacetileno; soldagem macia (brazing/soldering); soldagem por arco voltaico – procedimentos, técnicas e equipamentos; expansão e contração de metais; juntas soldadas; reparos de estruturas de aço; novos processos de soldagem.

REPAROS EM ESTRUTURAS METÁLICAS

60 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar adequadamente os tipos de danos em aeronaves possíveis de serem reparados, os materiais e os processos de recuperação.

(2)

Identificar adequadamente os tipos de rebites usados em aviação, as ferramentas utilizadas e os procedimentos utilizados de acordo com cada tipo de reparo em aeronaves.

(3)

Conhecer a operação de máquinas e equipamentos destinados a moldagem de chapas e perfis para reparo de aeronaves.

(3)

Adotar os procedimentos de inspeção e reparo de aeronaves com revestimento metálico.

(2)

EMENTA

Estresses em estruturas; ferramentas para construção e reparo de chapas metálicas; perfuração de estruturas; ferramentas de moldagem; dispositivos para imobilizar de chapas metálicas; ligas de alumínio; prendedores estruturais; processos de moldagem; operações de moldagem e termos relacionados; criação de layouts; dobras em linha reta; dobrando metal utilizando máquina; dobrando uma caixa; curvas abertas e fechadas; dobragem à mão; trabalhos com aço inoxidável, ligas metálicas, magnésio e titânio; princípios básicos de reparos em estruturas metálicas; possibilidades de reparos em estruturas metálicas; instalação de rebites.

MATERIAIS COMPOSTOS AVANÇADOS

40 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os prendedores a serem instalados em estruturas compostas e estruturas sanduíche.

(2)

Identificar os procedimentos de inspeção e reparo de fibra de vidro, plástico, compostos em geral e colmeias (honeycomb) para estrutura de aeronaves.

(2)

Identificar os procedimentos de inspeção e reparo em estruturas laminadas.

(2)

Identificar os procedimentos de utilização de plásticos e de fibra de vidro em aeronaves.

(2)

EMENTA

Estruturas laminadas; formas de fibras; tipos de fibras; resinas termoendurecíveis e termoplásticas; estágios de cura de resinas; produtos pré-impregnados (prepregs); materiais de fibra seca; agentes tixotrópicos; adesivos; estruturas sanduíche; defeitos de fabricação e danos em serviço; inspeções não destrutivas em compostos; reparos em compostos; reparos em estruturas Honeycomb; segurança na execução de reparos; plásticos transparentes.

SISTEMAS ELÉTRICOS E ELETRÔNICOS DE AERONAVES

110 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Conhecer as caraterísticas dos sistemas elétricos de acordo com o porte das aeronaves.

(3)

Identificar os fatores que influenciam na escolha do material e da bitola de fios para uma instalação elétrica de aeronaves.

(1)

Identificar os símbolos gráficos básicos empregados em diagramas elétricos.

(2)

Conhecer os procedimentos adequados para instalação de equipamentos elétricos, de metalização e encaminhamento de fiações.

(3)

Conhecer os procedimentos de manutenção dos sistemas de iluminação de aeronaves.

(2)

Compreender os princípios de funcionamento dos dispositivos de proteção de circuitos.

(2)

Compreender as características e os procedimentos adequados de inspeção das baterias empregadas nas aeronaves.

(3)

EMENTA

Circuitos básicos de uma aeronave monomotora; fornecimento de corrente alternada; sistema elétrico de aeronaves multimotoras leves; alternadores e geradores em paralelo; distribuição de energia; sistema elétrico de aeronaves multimotoras grandes; sistemas de alimentação de corrente alternada; fiações – identificação, instalação, encaminhamento e inspeção; instalação de cablagens; terminais de fios; componentes de sistemas elétricos; metalização; cuidados na instalação de equipamentos elétricos; luzes internas e externas de aeronaves; símbolos gráficos para diagramas elétricos; características, tipos de baterias e inspeção de baterias empregadas em aeronaves.

INSTRUMENTOS DE AERONAVES

70 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os tipos de instrumentos de uma aeronave, os componentes básicos de cada um deles e os princípios de funcionamento.

(3)

Conhecer os procedimentos e precauções no manuseio e instalação dos instrumentos, a fonte de alimentação de cada um e sua finalidade na aeronave.

(3)

Conhecer os procedimentos de testes, inspeção e manutenção dos diversos instrumentos empregados em aeronaves.

(2)

EMENTA

Características e classificação dos instrumentos; indicadores de pressão e sistema pitot; sistemas de indicação remota (syncro); indicadores de movimento mecânico; indicadores de temperatura; indicadores de direção; instrumentos giroscópicos; sistema de piloto automático e componentes; sistema de controle automático de voo (AFCS); sistema diretor de voo (FDS); instrumentos eletrônicos de atitude; sistemas eletrônicos de informação de voo; sistema de gerenciamento de voo (FMS); sistema anunciador de alarme; sistema de alerta auditivo; relógios/cronômetros; manuseio e instalação de instrumentos; marcações em instrumentos; manutenção de instrumentos e sistemas de instrumentos.

SISTEMA DE COMUNICAÇÃO E DE NAVEGAÇÃO

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar a função dos componentes dos sistemas de comunicação e de navegação e a sua localização nas aeronaves.

(3)

Descrever as condições de instalação dos equipamentos e os procedimentos de manutenção previstos pelos fabricantes das aeronaves.

(2)

EMENTA

Princípios básicos do rádio; componentes básicos dos equipamentos de rádio; sistemas e instrumentos de comunicação; sistemas e instrumentos de navegação; transmissor localizador (ELT); redução da rádio interferência; instalação e manutenção de equipamentos de comunicação e de navegação.

SISTEMA HIDRÁULICO E DE TREM DE POUSO

60 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar o tipo de óleo adequado ao sistema hidráulico de uma aeronave.

(3)

Conhecer as características de um sistema hidráulico e o princípio de funcionamento dos seus componentes.

(3)

Entender os procedimentos de manutenção dos sistemas hidráulicos e dos trens de pouso das aeronaves.

(2)

Entender os procedimentos de manutenção de conjuntos de freios, rodas, pneus e câmaras de ar para aeronaves.

(2)

Instalar, remover, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes do sistema hidráulico de aeronaves.

(3)

Instalar, remover, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes do trem de pouso de aeronaves.

(3)

EMENTA

Características do fluido hidráulico; tipos de fluidos hidráulicos; sistema hidráulico básico; componentes de um sistema hidráulico; tipos de trens de pouso; operação e manutenção do amortecedor; alinhamento, fixação e retração de trem de pouso; manutenção do sistema do trem de pouso; sistema de direção da roda do nariz; rodas; sistemas de freio; pneus e câmaras de ar.

SISTEMAS DE PROTEÇÃO CONTRA OS EFEITOS DO GELO E DA CHUVA E CONTRA FOGO

30 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Descrever o desempenho de cada componente dos sistemas de detecção e eliminação do gelo em aeronaves e hélices.

(3)

Conhecer as técnicas de antigelo e degelo da célula, superfícies de comando e entradas de motores

(2)

Conhecer e distinguir os componentes dos sistemas de detecção e de extinção de fogo, bem como os tipos de agentes extintores.

(3)

Instalar, remover, inspecionar, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes de sistemas de proteção contra os efeitos do gelo e da chuva e contra fogo em estruturas.

(3)

EMENTA

Formação de gelo e efeitos no voo; sistema de detecção de gelo; sistemas anti-gelo nos bordos de ataque; sistemas de degelo nos bordos de ataque; sistema de degelo de hélices; degelo da aeronave no solo; sistema de eliminação dos efeitos da chuva; sistema de controle de gelo, geada e neblina no para-brisa; classes de fogo; requisitos básicos de um sistema de proteção contra fogo e superaquecimento; sistema de detecção de fogo e superaquecimento; sistema de detecção de fumaça, chama e monóxido de carbono; agentes extintores e extintores portáteis; sistemas de extinção de incêndios instalados (fixos); detecção de fogo no compartimento de carga; detectores de fumaça em lavatórios; manutenção e solução de problemas no sistema de detecção; manutenção no sistema de extinção; prevenção de incêndio.

SISTEMAS PNEUMÁTICOS E DE CONTROLE DO AMBIENTE DE CABINE

60 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Conhecer as características dos sistemas pneumáticos, de pressurização e de ar condicionado, bem como o princípio de funcionamento dos seus componentes.

(3)

Conhecer os procedimentos de manutenção dos sistemas pneumáticos, de pressurização e de ar condicionado.

(2)

Identificar as características de um sistema de oxigênio e os procedimentos de manutenção dos seus componentes.

(3)

Identificar os equipamentos portáteis de oxigênio e sua utilização.

(1)

Instalar, remover, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes do sistema pneumático e de controle do ambiente de cabine de aeronaves.

(3)

EMENTA

Sistemas pneumáticos de alta, média e baixa pressão; componentes do sistema; manutenção de sistema pneumático; fisiologia de voo; sistemas de oxigênio; formas de oxigênio e características; tipos de sistemas e seus componentes; manutenção nos sistemas de oxigênio; precauções na operação com oxigênio; sistemas de pressurização; características dos sistemas de pressurização; fontes de ar pressurizado; controle de pressão da cabine; sistemas de ar condicionado; sistema de ciclo de ar – componentes, operação e manutenção; sistema de ciclo de vapor – componentes, operação e manutenção; sistemas de aquecimento; tipos de sistemas de aquecimento; controle de aquecimento; medidas de segurança; manutenção e inspeção.

C1 GRADE CURRICULAR MÍNIMA- MÓDULO ESPECIALIZADO GMP

DISCIPLINAS

CARGA HORÁRIA

INGLÊS TÉCNICO - GRUPO MOTOPROPULSOR

20

TEORIA E CONSTRUÇÃO DE MOTORES DE AERONAVES

70

SISTEMAS DE ADMISSÃO E DE ESCAPAMENTO

40

SISTEMA DE COMBUSTÍVEL DE MOTORES

50

SISTEMA DE IGNIÇÃO E ELÉTRICO DE MOTORES

50

SISTEMA DE PARTIDA DE MOTORES

50

SISTEMAS DE LUBRIFICAÇÃO E DE REFRIGERAÇÃO DE MOTORES

50

SISTEMAS DE PROTEÇÃO CONTRA SUPERAQUECIMENTO E FOGO NOS MOTORES

40

HÉLICES

40

REMOÇÃO E INSTALAÇÃO DE MOTORES

70

OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DE MOTORES

70

INSPEÇÃO DE MOTORES

50

SIMULAÇÃO DE DEPANAGEM EM MOTORES (TROUBLESHOOTING)

40

TOTAL

640

C2 PLANO DE UNIDADES DIDÁTICAS DO MÓDULO ESPECIALIZADO GRUPO MOTOPROPULSOR

INGLÊS TÉCNICO GRUPO MOTOPROPULSOR

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Compreender o vocabulário de ferramentas, componentes e equipamentos do Grupo Motopropulsor utilizados na aviação civil, a partir de sua denominação em Língua Inglesa.

(3)

Interpretar informações e textos técnicos em Língua Inglesa, relacionados ao Grupo Motopropulsor.

(3)

EMENTA

Vocabulário específico de motores e hélices empregadas em aeronaves, bem como seus componentes; leitura e interpretação de textos técnicos e manuais relacionados a habilitação Grupo Motopropulsor.

TEORIA E CONSTRUÇÃO DE MOTORES DE AERONAVES

70 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os principais fatores e requisitos a serem considerados na construção de motores de aeronaves.

(1)

Compreender a função e o funcionamento de cada componente dos motores convencionais e dos motores a reação.

(2)

Compreender as características de cada motor e distinguir os diversos tipos de motores.

(3)

Distinguir os processos utilizados na execução de cálculos para a determinação da potência, do rendimento e do empuxo dos vários tipos de motor de aeronaves.

(2)

EMENTA

Teoria do motor-requisitos gerais; motores convencionais; tipos e construção de motores convencionais; seções do carter; eixos de manivelas; bielas; pistões; cilindros; ordem de fogo; válvulas; mancais; rolamentos; engrenagens de redução da hélice; eixos de hélice; princípios de funcionamento dos motores convencionais; ciclos de operação; potência e eficiência dos motores convencionais; taxas de compressão; teste de compressão dos cilindros; utilização de “time light “ utilização de “time rite” rendimento dos motores; motores a reação; tipos e construção de motores a reação; entrada de ar, seção de acessórios; seção do compressor, tipos de compressores; rolamentos e selantes dos motores a reação; seção da turbina; difusores; adaptadores de ar; rotor do motor; mancais; seção de combustão; seção de escapamento; outros tipos de motores a reação (remover); princípios de operação do motores a reação; empuxo; desempenho de motores a reação; recuperação de impacto; características dos motores de aeronaves leves esportivas.

SISTEMAS DE ADMISSÃO E DE ESCAPAMENTO

40 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Compreender as características e os procedimentos de manutenção dos sistemas de admissão e de escapamento dos motores de aviação.

(2)

Distinguir as características dos sistemas reversores de empuxo e dos supressores de ruído das aeronaves.

(2)

Compreender a função e o funcionamento dos componentes dos sistemas de admissão e de escapamento dos motores convencionais e motores a reação.

(2)

Instalar, remover, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes do sistema de admissão e escapamento.

(3)

EMENTA

Sistemas de admissão dos motores convencionais; sistemas de admissão de motores não superalimentados; unidades adicionais do sistema de admissão; formação de gelo no sistema de admissão; filtragem no sistema de admissão; inspeção e manutenção do sistema de admissão; pesquisa de panes; sistemas de admissão de motores superalimentados; turboalimentadores acionados internamente; superalimentadores acionados externamente; sistema turboalimentador reforçado ao nível do mar; pesquisa de panes em sistema turboalimentador; sistemas compostos com turbo para motores convencionais; sistemas de escapamento dos motores alternativos; práticas de manutenção do sistema de escapamento do motor convencional; sistema de admissão dos motores a reação; entrada de ar de motores turboélice; seções do fan dos motores turbofan; dutos de escapamento do motor a reação; sistema de escapamento de turboélice; reversores de empuxo; supressores de ruído do motor; dissipador de vortex da entrada de ar do motor.

SISTEMA DE COMBUSTÍVEL DE MOTORES

50 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Compreender as características e a operação dos componentes do sistema de combustível dos motores de aeronaves.

(2)

Descrever a operação e os procedimentos de manutenção de carburadores dos motores convencionais e dos controladores de combustível dos motores a reação.

(2)

Compreender o funcionamento do sistema de injeção de combustível nos motores aeronáuticos.

(2)

Identificar os princípios de operação do sistema indicador de quantidade de combustível.

(2)

Compreender os procedimentos de manutenção do sistema de combustível de motores aeronáuticos.

(2)

Instalar, remover, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes do sistema de combustível.

(3)

EMENTA

Sistemas de combustível do motor-requisitos; princípios da carburação; sistemas de injeção direta de combustível; procedimentos de manutenção; sistemas de injeção de água; sistema de combustível para motor a reação; sistema de reajustagem de injeção de água; manutenção do controle de combustível dos motores a reação; componentes do sistema de combustível do motor; unidade indicadora da quantidade de combustível; injeção de líquido refrigerante.

SISTEMAS DE IGNIÇÃO E ELÉTRICO DE MOTORES

50 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Reconhecer o funcionamento dos componentes de um sistema de ignição dos motores alternativos e dos motores a reação.

(2)

Identificar os procedimentos de inspeção e de manutenção dos sistemas de ignição e elétrico dos motores de aeronaves.

(2)

Compreender as medidas de precaução e os procedimentos corretos para a instalação dos componentes dos sistemas de ignição e elétrico de motores.

(3)

Compreender os procedimentos corretos para a instalação da fiação em motores de aeronaves.

(3)

Instalar, remover, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes do sistema de ignição e elétrico de motores de aeronaves.

(3)

EMENTA

Sistema de ignição do motor alternativo; princípios de operação do sistema de magneto; controle digital do motor (sistema FADEC); velas de ignição; inspeção e manutenção do sistema de ignição de motores convencionais; dispositivos de aferição de tempo de ignição dos magnetos; verificação de tempo dos

magnetos; inspeção e manutenção de velas de ignição; analisador de motores; sistema de ignição dos motores a reação; inspeção e manutenção do sistema de ignição de motores a reação; instalação, remoção e manutenção de componentes do sistema de ignição; sistemas elétricos do motor; fios e cabos; reparos de emergência; ligação de terminais; ligação à massa; conectores; instalação de equipamento elétrico; dispositivos de proteção de circuitos.

SISTEMAS DE PARTIDA DE MOTORES

50 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Reconhecer as características e operação dos sistemas de partida dos motores de aeronaves.

(2)

Compreender os procedimentos corretos para inspeção e manutenção dos sistemas de partida dos motores de aeronaves.

(3)

Instalar, remover, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes dos sistemas de partida de motores de aeronaves.

(3)

EMENTA

Sistemas de partida de motores convencionais; sistemas de partida dos motores a reação; sistemas elétricos de partida direto e sistemas de starter-gerador; práticas de manutenção dos sistemas de partida;

Motor de partida pneumático.

SISTEMAS DE LUBRIFICAÇÃO E DE REFRIGERAÇÃO DE MOTORES

50 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os tipos e as características dos lubrificantes exigidos para os motores convencionais e para os motores a reação.

(2)

Compreender as características de operação de cada componente dos sistemas de lubrificação e de refrigeração dos motores de aeronaves.

(2)

Reconhecer os tipos de sistemas de lubrificação e de refrigeração dos motores de aeronaves.

(2)

Compreender os procedimentos corretos para manutenção dos sistemas de lubrificação e de refrigeração dos motores de aeronaves.

(3)

Instalar, remover, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes dos sistemas de lubrificação e de refrigeração de motores de aeronaves.

(3)

EMENTA

Princípios de lubrificação de motores; características dos lubrificantes de motores convencionais; sistemas de lubrificação de motores convencionais; práticas de manutenção em sistemas de lubrificação de motores convencionais; recomendações para troca de óleo; características de lubrificantes de motores a reação; sistemas de lubrificação de motores a reação; componentes dos sistemas de lubrificação de motores a reação; sistema típico de lubrificação de pressão regulada e cárter seco em motores a reação; sistema de pressão; sistema típico de lubrificação de pressão variada e cárter seco em motores a reação; sistema de

lubrificação de cárter molhado em motores a reação; manutenção do sistema de óleo dos motores a reação; sistemas de arrefecimento dos motores de aeronaves.

SISTEMAS DE PROTEÇÃO CONTRA SUPERAQUECIMENTO E FOGO NOS MOTORES

40 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Reconhecer os processos de detecção e de extinção de fogo para motores de aeronaves.

(2)

Identificar os agentes extintores utilizados nos sistemas de proteção contra fogo dos motores de aeronaves.

(2)

Compreender a operação e funcionamento dos sistemas de proteção contra superaquecimento e fogo nos motores de aeronaves.

(2)

Compreender os procedimentos corretos para manutenção dos sistemas de detecção e de extinção de fogo dos motores de aeronaves.

(3)

Instalar, remover, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes dos sistemas de proteção contra superaquecimento e fogo nos motores de aeronaves.

(3)

EMENTA

Componentes dos sistemas de proteção de fogo nos motores; sistemas de detecção de fogo nos motores; sistemas de extinção de fogo nos motores; manutenção do sistema de detecção de fogo nos motores; solução de problemas do sistema de detecção de fogo nos motores; práticas de manutenção do sistema de extinção de fogo dos motores; sistema de detecção e extinção de fogo da aeronave Boeing 777; sistema de detecção e extinção de fogo de APU.

HÉLICES

40 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Reconhecer as características de construção e de operação dos diversos tipos de hélices de aeronaves.

(2)

Compreender as características de cada componente e sistemas relacionados ao funcionamento das hélices de aeronaves.

(2)

Entender as características de um grupo motopropulsor turboélice.

(2)

Compreender os procedimentos corretos para inspeção e manutenção das hélices de aeronaves, de acordo com os respectivos fabricantes.

(3)

Compreender os procedimentos corretos para balanceamento das hélices de aeronaves.

(3)

Descrever os procedimentos indicados para inspeção, remoção, desmontagem, manutenção e montagem de hélices de aeronaves, de acordo com o manual do fabricante.

(3)

Explicar os testes previstos pelos fabricantes de hélices a serem executados em oficinas e na pista quando instaladas em motores.

(3)

Efetuar os testes de funcionamento de hélices instaladas em motores convencionais e a motores a reação.

(3)

EMENTA

Princípios básicos das hélices; aerodinâmica em hélices; tipos de hélices; governador de hélice; hélices usadas em aeronaves leves; hélices usadas na aviação em geral; hélices de velocidade constante; sistemas auxiliares de hélices; hélices Hartzell compactas; hélice hidramática Hamilton Standard; inspeção e manutenção de hélice; vibração de hélices; balanceamento de hélices; remoção e instalação de hélices; serviços de manutenção básica de hélices; revisão geral da hélice; pesquisa e solução de panes nas hélices; motores turboélice e sistema de controle de hélice; sistema da hélice PT6 Hartzell; inspeção preliminar da hélice; desmontagem e montagem da hélice; acessórios da hélice; testes da hélice realizados na oficina e na pista.

REMOÇÃO E INSTALAÇÃO DE MOTORES

70 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Compreender os motivos que determinam a remoção de motores de aeronaves.

(2)

Reconhecer os preparativos, os procedimentos de remoção e instalação de motores de aeronaves, os testes posteriores e inspeções, conforme informações fornecidas pelos fabricantes.

(2)

Compreender os procedimentos e as medidas de segurança em todas as operações de içamento, alinhamentos e ajustes de motores de aeronaves.

(3)

Compreender os procedimentos corretos para estocagem e preservação de motores de aeronaves.

(2)

Executar os procedimentos adequados para remoção e instalação de motores convencionais, de acordo com o manual do fabricante.

(2)

Executar os procedimentos indicados para remoção e instalação de motores a reação, de acordo com o manual do fabricante.

(2)

EMENTA

Remoção de motores convencionais e motores a reação; preparação para remoção e instalação de motores convencionais e motores a reação; procedimentos gerais para remoção e instalação de motores; inspeção e substituição de componentes externos do grupo motopropulsor; içamento e ajustes do motor para a instalação; preparação do motor para teste no solo e em voo; verificação das hélices; verificações e ajustes após cheque de motor e operação; remoção de motores turbofan com kit QECA (Quick Engine Change Assembly); instalação de motores turbofan; alinhamentos, inspeções e ajustes de motores; remoção e instalação de motores turboélices; remoção e instalação de motores de helicópteros; alinhamento e ajustes

de motores de helicópteros com kit QECA (Quick Engine Change Assembly); berço de motor; preservação, estocagem de motores e preparação para utilização.

OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DE MOTORES

70 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Compreender os procedimentos corretos para inspeção e recondicionamento dos componentes de motores de aeronaves.

(2)

Reconhecer as condições de desempenho dos motores, através de testes efetuados durante a operação dos seus sistemas.

(2)

Identificar as condições operacionais de motores, através de inspeções e pelo funcionamento adequado.

(2)

Identificar os tipos de teste indicados para a pesquisa de falhas das peças dos motores convencionais e motores a reação.

(2)

Compreender os processos de desmontagem, montagem, testes, inspeções, ajustes e reparos de peças e componentes dos motores convencionais e motores a reação.

(2)

Explicar os procedimentos de montagem das peças do motor a reação e os cuidados na limpeza, na tolerância de aperto, na frenagem e na regulagem;

(3)

Efetuar testes de motores para pesquisa e solução de panes e posterior proteção contra a corrosão.

(3)

Compreender os procedimentos corretos para operação e manutenção de motores de aeronaves.

(3)

EMENTA

Revisão de motores convencionais; procedimentos gerais de revisão de motores convencionais; inspeção de recebimento; desmontagem; processos de inspeção; limpeza; inspeções estruturais; inspeções dimensionais; remontagem; instalação e testes, técnicas de utilização de “time-light” e “time-rite” recondicionamento dos componentes do motor; testes para motores; operação do motor convencional; princípios básicos de operação de motores; fatores que afetam a operação de motores; pesquisa de panes em motores; testes de compressão dos cilindros; remoção e instalação dos cilindros; verificação de temperatura da cabeça do cilindro; manutenção dos componentes do motor; manutenção de motores a turbina; inspeção da seção de combustão; classificações comerciais dos motores; instrumentos dos motores a reação; operação do motor a reação; desligamento dos motores a reação; pesquisa de panes em motores a reação; operação de turboélice; calibração e teste de motores a reação; pesquisa de panes do sistema EGT (temperatura de gases do escapamento); pesquisa de panes do sistema de tacômetro; unidade de teste JETCAL (calibração e teste); análise de óleo com espectrômetro; manutenção dos acessórios do motor; recondicionamento de peças do motor; montagem das peças do motor.

INSPEÇÃO DE MOTORES

50 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Reconhecer as condições operacionais dos componentes do motor e de seus sistemas.

(2)

Identificar os tipos de ensaios não destrutivos aplicáveis aos componentes de motores e hélices.

(2)

Executar os procedimentos adequados para desmontagem de motores e de seus componentes para inspeção, de acordo com o manual do fabricante.

(2)

Realizar os procedimentos de inspeção dimensional nos componentes dos motores de aeronaves, de acordo com o manual do fabricante.

(2)

Compreender os métodos de preenchimento da documentação de manutenção referentes à aeronave com os dados de uma inspeção efetuada.

(3)

Compreender os procedimentos corretos para inspeção de motores e hélices, de acordo com os respectivos fabricantes;

(3)

EMENTA

Inspeção preliminar do motor; inspeção no setor do motor e da nacele; inspeção no setor da hélice; inspeção por partículas magnéticas nas partes do motor; inspeção por líquidos penetrantes; inspeção por radiografia; teste ultra-sônico; teste de Eddy Current; documentação da aeronave.

SIMULAÇÃO DE DEPANAGEM EM MOTORES

40 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Neste módulo o instrutor deverá apresentar panes nos vários sistemas dos motores e estimular a análise das soluções (troubleshooting) visando a utilização prática do que foi ministrado na habilitação.

(3)

EMENTA

Aplicação simulada de falhas nos vários componentes motores.

D1 GRADE CURRICULAR MÍNIMA- MÓDULO ESPECIALIZADO AVIÔNICOS

DISCIPLINAS

CARGA HORÁRIA

INGLÊS TÉCNICO - AVIÔNICOS

20

ELETRÔNICA BÁSICA

100

ELETRÔNICA DIGITAL

90

INSTRUMENTOS DE AERONAVES

120

SISTEMAS ELÉTRICOS DE AERONAVES

80

SISTEMAS ELÉTRICOS DE PARTIDA E DE IGNIÇÃO DE MOTORES

50

SISTEMAS ELÉTRICOS DE PROTEÇÃO CONTRA OS EFEITOS DO GELO E DA CHUVA E CONTRA FOGO

40

SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO E DE NAVEGAÇÃO

90

INSPEÇÃO DE AVIÔNICOS

50

TOTAL

640

D2 PLANO DE UNIDADES DIDÁTICAS DO MÓDULO ESPECIALIZADO AVIÔNICOS

INGLÊS TÉCNICO - AVIÔNICOS

20 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Conhecer o vocabulário básico de ferramentas, componentes e equipamentos, sistemas de aeronaves em Língua Inglesa relacionados a habilitação Aviônicos.

(3)

Interpretar informações, textos técnicos e manuais em Língua Inglesa relacionados a habilitação Aviônicos.

(3)

EMENTA

Vocabulário específico de equipamentos eletrônicos e sistemas elétricos de aeronaves, bem como seus componentes; leitura e interpretação de textos técnicos e manuais relacionados a habilitação Aviônicos.

ELETRÔNICA BÁSICA

100 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Entender o funcionamento e realizar medições utilizando o osciloscópio.

(3)

Entender o funcionamento e uso dos diversos tipos de dispositivos semicondutores.

(1)

Analisar esquemas e circuitos que utilizam dispositivos semicondutores.

(3)

Entender os fatores que afetam a estabilidade dos circuitos transistorizados, bem como os meios de estabilização.

(2)

Entender a alimentação de um circuito eletrônico, bem como a proteção contra sobrecarga.

(2)

Realizar testes em circuitos eletrônicos.

(3)

EMENTA

Osciloscópio; requisitos para análise de circuitos; fonte de força eletrônica; introdução aos dispositivos semicondutores; transistor de função; estabilização da polarização de transistores; estabilização da polarização de estágios de potência; amplificadores transistorizados; osciladores eletrônicos a transistor; transistor de efeito de campo; circuitos integrados (CI); ampliadores operacionais; diodo Zener; diodos especiais; sensores; decibéis.

ELETRÔNICA DIGITAL

90 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Entender o funcionamento de portas lógicas e circuitos combinacionais

(2)

Distinguir as características dos diversos circuitos de um microprocessador.

(2)

Compreender os sistemas de base usados em computadores.

(2)

Efetuar conversão de bases dos sistemas de numeração.

(2)

Efetuar operações de aritmética binária.

(2)

Reconhecer as características dos circuitos de comutação.

(2)

Distinguir as características dos diferentes tipos de encapsulamento dos circuitos integrados.

(2)

Compreender a função dos circuitos multiplexadores e demultiplexadores.

(2)

Identificar os diversos tipos de Flip-flop.

(2)

Reconhecer as diversas classificações da memória.

(2)

Analisar o funcionamento de conversores digital-analógico e analógico-digital.

(2)

Descrever o princípio de funcionamento da CPU.

(2)

Reconhecer os símbolos usados nas representações gráficas de um fluxograma.

(3)

Reconhecer a influência de fenômenos sobre a manutenção de sistemas eletrônicos

(3)

Compreender o funcionamento e realizar testes e manutenção em sistemas eletrônicos/digitais típicos

(2)

Compreender as vantagens e desvantagens da transmissão de dados através de fibra ótica.

(2)

Compreender os princípios de funcionamento e os tipos de visores utilizados nas aeronaves

(2)

Efetuar o manuseio adequado de componentes sensíveis a descargas eletrostáticas

(3)

Compreender as restrições, os requisitos de aeronavegabilidade e os possíveis efeitos catastróficos decorrentes de alterações não aprovadas em programas utilizados em aeronaves.

(3)

EMENTA

Introdução aos sistemas de numeração; álgebra booleana; circuitos de comutação; famílias de circuitos lógicos; circuitos combinacionais; circuitos sequenciais; memórias; conversão de sinais; microprocessador, estrutura básica de computador, unidade central de processamento (CPU), conceitos de fluxograma, linguagem do computador, fibra ótica, visores eletrônicos, dispositivos sensíveis a descargas eletrostáticas, controle da gestão de software, ambiente eletromagnético, sistemas eletrônicos/digitais típicos: ACARSARNC, ECAM, EFIS, EICAS, FBW, FMS, GPS, IRS, TCAS

INSTRUMENTOS DE AERONAVES

120 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar os tipos de instrumentos de uma aeronave, os componentes básicos de cada um deles e o princípio de funcionamento.

(3)

Conhecer os procedimentos e precauções no manuseio e instalação dos instrumentos, a fonte de alimentação de cada um e sua finalidade na aeronave.

(3)

Compreender a classificação, as características de construção e os procedimentos de instalação dos instrumentos das aeronaves.

(2)

Efetuar adequadamente os procedimentos de remoção e de instalação dos instrumentos das aeronaves.

(3)

Desmontar, inspecionar, montar e calibrar instrumentos de aeronaves.

(2)

Realizar testes, calibragem e manutenção dos diversos instrumentos de aeronaves e seus componentes.

(2)

Efetuar inspeção, testes e compensação de bússolas.

(2)

Detectar defeitos e reconhecer o desempenho dos diversos instrumentos de aeronaves e seus componentes.

(2)

Reconhecer as condições de balanceamento do rotor de instrumentos giroscópicos.

(2)

Efetuar as marcações de limites de acordo com os manuais do fabricante da aeronave.

(2)

EMENTA

Características de construção e classificação dos instrumentos; instrumentos de voo; instrumentos de navegação; instrumentos do motor; instrumentos diversos; indicadores de pressão e sistema pitot; sistemas de indicação remota (syncro); indicadores de movimento mecânico; indicadores de temperatura; indicadores de direção; instrumentos giroscópicos; sistema anemométrico; sistema de piloto automático e componentes; sistema de controle automático de voo (AFCS); sistema diretor de voo (FDS); instrumentos eletrônicos de atitude; sistemas eletrônicos de informação de voo; sistema de gerenciamento de voo (FMS); sistema anunciador de alarme; sistema de alerta auditivo; relógios/cronômetros; bússola magnética; medidor de fadiga; indicador de temperatura do ar externo; indicador de quantidade de combustível; indicador do ângulo de ataque; indicadores de pressão de diversos sistemas; sincroscópio; manuseio, remoção e instalação de instrumentos; marcações em instrumentos; manutenção de instrumentos e sistemas de instrumentos.

SISTEMAS ELÉTRICOS DE AERONAVES

80 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Conhecer as caraterísticas dos sistemas elétricos de aeronaves de acordo com o porte.

(3)

Identificar os fatores que influem na escolha do material e da bitola de fios para uma instalação elétrica de aeronaves.

(1)

Conhecer os procedimentos adequados para instalação e encaminhamento de fiações.

(3)

Inspecionar e reparar fiações, cablagens e conectores.

(2)

Identificar os símbolos gráficos empregados em diagramas elétricos e eletrônicos.

(3)

Inspecionar e substituir componentes de sistemas elétricos.

(2)

Aplicar os procedimentos adequados na decapagem, estanhagem e soldagem de condutores.

(3)

Executar a amarração de condutores seguindo técnicas padronizadas.

(3)

Efetuar substituição e manutenção de conectores elétricos.

(3)

Reconhecer os requisitos necessários para utilização de cabos de alumínio.

(3)

Realizar instalação, remoção, testes e manutenção em sistemas de iluminação de aeronaves.

(2)

Proceder à manutenção de geradores de diversos tipos.

(3)

Identificar os métodos de metalização como proteção contra cargas, choques elétricos e efeitos de raios.

(3)

Efetuar substituição de pinos de módulos de aterramento.

(3)

Realizar instalação, remoção, inspeção, testes e manutenção em baterias ácidas e alcalinas.

(3)

EMENTA

Circuitos básicos de uma aeronave monomotora; fornecimento de corrente alternada; sistema elétrico de aeronaves multimotoras leves; alternadores e geradores em paralelo; distribuição de energia; sistema elétrico de aeronaves multimotoras grandes; sistemas de alimentação de corrente alternada; fiações – identificação, instalação, encaminhamento e inspeção; instalação de cablagens; terminais de fios; componentes de sistemas elétricos; metalização; cuidados na instalação de equipamento elétrico; luzes internas e externas de aeronaves; símbolos gráficos para diagramas elétricos e eletrônicos; identificação de condutores; decapagem, estanhagem e soldagem; cablagem; conectores elétricos; cabos de alumínio; normas de segurança para manutenção elétrica; baterias; geradores; disjuntores de controle remoto (RCCB); metalização; módulo de aterramento.

SISTEMAS ELÉTRICOS DE PARTIDA E DE IGNIÇÃO DE MOTORES

50 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Reconhecer as características e componentes dos sistemas elétricos de partida e de ignição dos motores convencionais e dos motores à reação.

(2)

Compreender os princípios de funcionamento dos sistemas elétricos de partida e de ignição dos motores convencionais e dos motores à reação.

(2)

Executar os procedimentos de inspeção e de manutenção dos sistemas de partida e de ignição dos motores convencionais e dos motores à reação.

(3)

EMENTA

Sistemas de partida de motores convencionais; sistemas de partida dos motores de turbina a gás; sistema de partida arranque-gerador; sistema de ignição do motor alternativo; sistema de ignição por magneto; sistema de ignição em motores a turbina.

SISTEMAS ELÉTRICOS DE PROTEÇÃO CONTRA OS EFEITOS DO GELO E DA CHUVA E CONTRA FOGO

40 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Descrever o desempenho de cada componente dos sistemas de detecção e eliminação do gelo em aeronaves e hélices.

(3)

Conhecer os sistemas de controle de gelo, geada e neblina no para-brisa.

(2)

Conhecer e distinguir os componentes dos sistemas de detecção e de extinção de fogo, bem como os tipos de agentes extintores.

(3)

Instalar, remover, inspecionar, substituir e executar outros serviços de baixa complexidade em componentes de sistemas elétricos de proteção contra os efeitos do gelo e da chuva e contra fogo em estruturas.

(3)

Instalar, remover, inspecionar, substituir e executar serviços de baixa complexidade em componentes elétricos dos sistemas de detecção e de extinção de fogo no motor.

(3)

Instalar, remover, inspecionar, substituir e executar serviços de baixa complexidade em componentes elétricos dos sistemas de controle de gelo e chuva no motor.

(3)

EMENTA

Formação de gelo e efeitos no voo; sistema de detecção de gelo; sistemas anti-gelo nos bordos de ataque; sistemas de degelo nos bordos de ataque; sistema de degelo de hélices; degelo da aeronave no solo; sistema de eliminação dos efeitos da chuva; sistema de controle de gelo, geada e neblina no para-brisa; classes de fogo; requisitos básicos de um sistema de proteção contra fogo e superaquecimento; sistema de detecção de fogo e superaquecimento; sistema de detecção de fumaça, chama e monóxido de carbono; agentes extintores e extintores portáteis; sistemas de extinção de incêndios instalados (fixos); detecção de fogo no compartimento de carga; detectores de fumaça em lavatórios; manutenção e solução de problemas no sistema de detecção; manutenção no sistema de extinção; prevenção de incêndio.

SISTEMAS DE COMUNICAÇÃO E DE NAVEGAÇÃO

90 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Identificar a função dos componentes dos sistemas de comunicação e de navegação e a sua localização na aeronave

(3)

Descrever as condições de instalação dos equipamentos e os procedimentos de manutenção previstos pelo fabricante da aeronave

(2)

Instalar, remover, inspecionar, substituir e executar serviços de baixa complexidade em sistemas de comunicação e de navegação, inclusive sistemas de piloto automático, servomecanismos, sistemas de acoplamento de aproximação, sistemas de intercomunicação, sistemas VOR, ILS, LORAN, Radar beacon, FMS e GPWS.

(3)

EMENTA

Princípios da comunicação; características das ondas eletromagnéticas; principais sistemas de radiocomunicação; propagação das ondas eletromagnéticas; sistemas de intercomunicação; sistema de alarme; sistema gravador de voz; sistemas VHF e HF; transmissor localizador de emergência (ELT); sistema de chamada seletiva (SELCAL); sistema anemométrico; instrumentos de navegação.

INSPEÇÃO DE AVIÔNICOS

50 horas

OBJETIVOS

NÍVEL DE APRENDIZAGEM

Compreender os princípios de funcionamento dos componentes elétricos e eletrônicos empregados nas aeronaves.

(2)

Reconhecer as condições operacionais dos componentes de aviônicos das aeronaves e os procedimentos para a correção dos defeitos, utilizando as informações do manual do fabricante dos equipamentos.

(3)

Reconhecer as condições operacionais dos componentes elétricos e eletrônicos na fuselagem e os procedimentos para a correção dos defeitos, utilizando as informações do manual do fabricante dos equipamentos.

(3)

Identificar defeitos nos componentes elétricos e eletrônicos das cabines, do setor das asas, da seção central, do setor do trem de pouso, das antenas, das luzes da empenagem, do setor do motor, da hélice, do setor de comunicação e de navegação, do sistema de piloto automático.

(3)

Reconhecer os componentes internos de um RCCB (disjuntor diferencial).

(2)

Reconhecer as finalidades das inspeções especiais.

(3)

Manusear adequadamente os materiais, ferramentas básicas, equipamentos, instrumentos e componentes empregados em oficinas de manutenção dos sistemas aviônicos, de acordo com as normas de segurança.

(3)

Executar manutenção elétrica de acordo com as normas de conservação e guarda de material.

(3)

Consultar adequadamente as normas, os manuais e diagramas elétricos para identificação de condutores e circuitos elétricos.

(3)

Analisar esquemas dos diversos circuitos dos equipamentos.

(3)

Identificar os princípios básicos de conduta no laboratório e as regras de segurança e de conservação dos equipamentos.

(3)

Executar os procedimentos práticos de manutenção nos componentes dos sistemas eletrônicos de aeronaves.

(3)

Efetuar testes nos equipamentos eletrônicos de aeronaves.

(2)

Operar componentes de indicação de funções eletrônicas.

(2)

Realizar inspeção e manutenção nas antenas.

(2)

Efetuar testes de bancada.

(2)

Efetuar adequadamente os procedimentos de remoção e instalação de componentes elétricos e eletrônicos dos sistemas de aviônicos das aeronaves.

(3)

EMENTA

Inspeção de componentes elétricos e eletrônicos na fuselagem; inspeção de componentes elétricos e eletrônicos nas cabines de comando e de passageiros; inspeção de componentes elétricos e eletrônicos no setor do trem de pouso; inspeção de componentes elétricos e eletrônicos no setor das asas e seção central; inspeção de componentes elétricos e eletrônicos no setor da empenagem; inspeção de componentes elétricos e eletrônicos no setor do motor e da hélice; inspeção de componentes elétricos e eletrônicos no setor de comunicação e navegação; inspeção de componentes elétricos e eletrônicos no sistema de piloto automático; inspeções especiais; familiarização com o laboratório de eletrônica; instrumentos e componentes eletrônicos; diodos semicondutores; fontes eletrônicas; transistores; circuitos integrados; sensores; reguladores de tensão; diodos especiais; tiristores; transistor de unijunção; técnicas de pulso; ampliadores operacionais; análise dos circuitos; equipamentos eletrônicos; equipamentos de bordo; antenas; documentação da aeronave.

RECURSOS BÁSICOS DAS OFICINAS DOS CURSOS DE MECÂNICO DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA (EXIGÊNCIA DE A ENTIDADE POSSUIR NO CURSO BÁSICO E ALOCADO NA ENTIDADE)

G1Para a realização das instruções práticas e desenvolvimento das habilidades dos alunos dos cursos de mecânico de manutenção aeronáutica, a escola de aviação civil deverá dispor das oficinas e dos equipamentos relacionados a seguir: a) Oficina de treinamento básico

A oficina, para o início da fase de formação prática, destinada a desenvolver no aluno a perícia manual e a familiarização com máquinas, ferramentas manuais e instrumentos de medida de precisão, deverá dispor de:

  • Morsas de bancada;
  • Chaves de fenda e Phillips;
  • Jogo de chaves de boca e de colar;
  • Jogo de soquetes e acessórios;
  • Jogo de chaves do tipo Allen;
  • Jogo de alicates;
  • Alicate de freno e arame de freno;
  • Jogo de limas;
  • Jogo de talhadeiras, punções e toca-pinos;
  • Compassos de ponta seca, de medidas externas e de medidas internas;
  • Réguas de aço em milímetros e frações da polegada;
  • Calibradores de folga;
  • Paquímetros;
  • Micrômetros;
  • Torquímetros
  • Cortadores de tubos;
  • Dobradoras manuais de tubos;
  • Flangeadores manuais;
  • Serra manual para metais;
  • Máquina manual de furar e jogo de brocas;
  • Esmerilhadora;
  • Furadeira de coluna;
  • Quadro de escrever para a instrução.
  • Jogo de chaves TORX
  • Multímetros

RECURSOS BÁSICOS DAS OFICINAS DOS CURSOS DE MECÂNICO DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA- HABILITAÇÃO CÉLULA

-O Laboratório de aulas práticas da Habilitação de célula deverá ter em seu acervo:

-meios de prover treinamento de rebitagem, selagem, soldagem e reparos estruturais em chapas de uso aeronáutico.

-Unidades ou partes dos vários sistemas que compreendem esta habilitação.

- A entidade também deverá promover visitas técnicas com frequência rastreável a organizações de manutenção capaz de realizar intervenções específicas e inerentes à habilitação

G3 RECURSOS BÁSICOS DAS OFICINAS DOS CURSOS DE MECÂNICO DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA- HABILITAÇÃO GMP.

-O Laboratório de aulas práticas da Habilitação de GMP deverá ter em seu acervo:

-Unidades ou partes dos vários sistemas que compreendem motores convencionais, à reação e sistemas de hélices

- A entidade também deverá promover visitas técnicas com frequência rastreável a organizações de manutenção capazes de realizar intervenções específicas e inerentes à habilitação

RECURSOS BÁSICOS DAS OFICINAS DOS CURSOS DE MECÂNICO DE MANUTENÇÃO AERONÁUTICA- HABILITAÇÃO AVIÕNICOS

-O Laboratório de aulas práticas da Habilitação de AVI deverá ter em seu acervo:

-Osciloscópios ou dispositivos que vierem substituí-lo e unidades que se possam ser utilizados nas suas avaliações e aferições.

-Multímetros ou dispositivo que vierem substituí-lo.

-Ferros de solda e corpos de prova para sua prática.

-Unidades ou partes dos vários sistemas que compreendem esta habilitação.

- A entidade também deverá promover visitas técnicas com frequência rastreável a organizações de manutenção capaz de realizar intervenções específicas e inerentes à habilitação.

DMU Timestamp: February 03, 2020 23:30